Quarta, 08 de Dezembro de 2021
(12) 98118-1182
Tecnologia São Paulo

Parceria entre Fapesp e Sebrae-SP terá investimento de R$ 150 milhões em startups

Primeiro edital irá selecionar negócios de base científica e tecnológica para receber até R$ 1,2 milhão cada

22/07/2021 17h15
Por: Redação Fonte: Secom Estado de São Paulo
Foto: Reprodução/Secom Estado de São Paulo
Foto: Reprodução/Secom Estado de São Paulo

Parceria entre Fapesp e Sebrae-SP terá investimento de R$ 150 milhões em startups
Foto: Reprodução/Secom Estado de São Paulo

O Vice-Governador Rodrigo Garcia anunciou nesta quinta-feira (22) parceria inédita da FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), ligada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, e o Sebrae-SP para apoiar o desenvolvimento de startups de base científica e tecnológica em todo o Estado com investimento de R$ 150 milhões em seis anos.

“Ao lado da prioridade do nosso Governo de enfrentar a pandemia, tivemos um olhar específico para as outras ações de Governo. A pandemia mudou muita coisa na vida da gente, mas reforçou outras e o apoio à ciência, o apoio à pesquisa, mais do que nunca foi valorizado em São Paulo”, afirmou Garcia.

A expectativa da parceria é financiar cerca de 200 projetos dentro do Programa PIPE (Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas). A novidade é que, além do apoio à pesquisa, viabilizado com os recursos da FAPESP, os recursos do Sebrae poderão ser utilizados pelas empresas para ações de acesso ao mercado e desenvolvimento de provas de conceito junto a grandes empresas de tecnologia. O Sebrae oferecerá ainda atendimento especializado às startups científicas.

“A FAPESP inovou muito nestes últimos dois anos, avançou na pesquisa aplicada, trouxe para perto o Governo, nos perguntou quais são os maiores desafios, co-investiu com Governos e com empresas e trouxe as startups para que pudessem fazer parte desse ecossistema. O anúncio de hoje é um grande salto nesta direção, é trazer cerca de 200 pequenas empresas, pelo menos, de até 250 funcionários, para que possam dar o próximo passo. Não somente em avanço tecnológico, mas disponibilização de seus produtos e serviços, para melhorar a vida dos nossos cidadãos”, afirmou a Secretária de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen.

O primeiro edital, no valor de R$ 25 milhões, apoiará a pesquisa para o desenvolvimento de inovação em todas as áreas do conhecimento, selecionando 20 startups que receberão, cada uma delas, até R$ 1,25 milhão cada não reembolsável. Esses recursos devem ser utilizados para financiar as etapas de pesquisa e desenvolvimento (R$ 1 milhão), assim como auxiliar nos aspectos de gestão empresarial, como o desenvolvimento comercial, participação em feiras, internacionalização e captação de investimentos (R$ 250 mil).

O presidente da FAPESP, Marco Antonio Zago, avalia que a parceria com o Sebrae ampliará o alcance do PIPE e as oportunidades para os empreendedores de São Paulo levarem os produtos ao mercado. “Somaremos esforços para reforçar o empreendedorismo com um melhor conhecimento do mercado e o aperfeiçoamento dos planos de negócios, aumentando as chances de sucesso de iniciativas inovadoras”, disse.

Além dos editais de fomento, a parceria entre Sebrae-SP e FAPESP permitirá o apoio a empreendedores, com capacitações em gestão, apoio à comercialização e suporte técnico para registro de patentes. A iniciativa faz parte do Programa Cientista + Empreendedor, lançado pelo Sebrae a fim de apoiar pesquisadores e empreendedores científicos a levar inovações ao mercado, atuando em parceria com universidades, parques tecnológicos e incubadoras do Estado de São Paulo.

O diretor-superintendente do Sebrae-SP, Wilson Poit, destaca que, em geral, o perfil dos empreendedores de startups científicas é bastante técnico, mas precisa ser aperfeiçoado no que diz respeito à gestão do negócio. “Os empreendedores das startups científicas enfrentam dificuldades quando o assunto é gestão e têm à frente os desafios de levar suas tecnologias ao mercado e de se relacionar com grandes empresas. Sabemos que existem soluções com grande potencial de transformação. Vamos ajudar a concretizar esses projetos e levá-los para o mercado”, ressaltou.

Sobre o edital

O edital vai receber propostas de empresas de pequeno porte (com até 250 empregados) com unidade de pesquisa e desenvolvimento no Estado de São Paulo e faturamento de até R$ 4,8 milhões. Os projetos selecionados poderão receber até R$ 1,25 milhão, sendo que até R$ 250 mil devem ser direcionados exclusivamente ao financiamento do desenvolvimento comercial do projeto.

A equipe de seleção vai avaliar a consistência e viabilidade do Planejamento de Negócios. O documento deve demonstrar a estratégia que a empresa utilizará para gerar receitas a partir da pesquisa inovadora proposta. O edital ficará aberto até o dia 19 de outubro. O manual com os detalhes do edital pode ser acessado no sitewww.fapesp.br/pipe.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (09/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Sexta (10/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °